2) O «social» nas redes

Para alguém que se assume como um pouco «antissocial» (pelo menos num certo sentido do termo «social»), e que considera que a escala relacional natural dos seres humanos é o pequeno e local (mesmo que a distância, ou virtual), este assunto das «redes sociais» tem-me despertado sentimentos contraditórios. Cá vou vivendo com eles, mas nunca recusando experimentar a vivência dessas redes, umas vez com mais desconforto, outras com menos.
Foi assim que segui a 3.ª Conferência myMPeL, através do Facebook e do crowdvine e até, pela primeira vez, do Twiter. O resultado foi interessante, são nítidas algumas vantagens desta forma de comunicação e interação, mas estou ainda a desenvolver pensamento próprio sobre o assunto.
Aderente desde o primeiro momento, e até com muito entusiasmo, tem sido a experiência com o Scoop.it. Não sendo uma rede social, mas um espaço de agragação de conteúdos, apresenta, em termos gerais, uma qualidade de alto nível quanto aos temas e conteúdos pubicados. É deste modo que recomendo vivamente, a quem ainda não espreitou, o espaço do myMPeL no Scoop.it, onde estão publicadas as intervenções da Conferência:
http://www.scoop.it/t/mestrado-pedagogia-do-elearning/p/1903674831/mympel2012-3-conferencia-do-mestrado-em-pedagogia-elearning
E já que estamos a falar de redes sociais, aproveito para acrescentar que embora já tivesse uma conta Google+, apenas nestes últimos dias, e como consequência do desafio lançado, a tenho explorado… enfim, uma trabalheira!

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s